Início do verão no MAR

Notícias recentes sobre o que acontece de mais importante voltar

A programação do MAR vai aquecer o verão. Até março, seis exposições estarão em cartaz, provocando uma viagem pela arte por meio de atividades e visitas mediadas especiais para a estação mais celebrada do ano.

Apresentações musicais e festas também serão realizadas às sextas-feiras com o MAR de Música. Para não perder o horário de verão, a visitação do Pavilhão de Exposições se ampliou às terças-feiras e durante as sextas-feiras do MAR de Música, das 10h às 19h.

Venha passar o Verão no MAR!

Horário especial de visitação de 4 de novembro de 2014 a 31 de março de 2015

Pavilhão de Exposições

terças e sextas-feiras de MAR de Música – das 10h às 20h (acesso até 19h)

demais dias – das 10h às 18h (acesso até 17h)

Às segundas-feiras o Museu de Arte do Rio está fechado.

MAR de Música

Sexta-feira, a cada 15 dias. O evento é gratuito, no Pilotis,  em parceria com o Circo Voador. Todos os dias com intervenções voadoras, como acrobacias aéreas, perna de Pau, live painting e roda de côco.

28/11 – Samba da Saúde (18h às 22h)

O Samba da Saúde é comandado pelo trio Zeh Gustavo, Raphael Moreira e Alexandre Nadai, todos moradores e artistas da região portuária do Rio.

12/12 – Vinil é Arte (17h30 às 18h30 / 19h30 às 20h30 / 21h30 às 22h30) + banda Tree (18h30 às 19h30) + Rafael Rocha (20h30 às 21h30)

Vinil é Arte é um coletivo formado por seis DJs e pesquisadores musicais, que atuam há mais de uma década em prol da “cultura do vinil”. O coletivo está presente no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Minas Gerais, e traz em suas apresentações uma visão única sobre a história da música lançada em vinil a partir de acervo de mais de 20.000 discos.

19/12 – DJ Dolores (de 17h30 às 22h) + Geraldo Júnior (19h30 às 20h30)

Depois de participar de diversos festivais ao redor do mundo e compor para o teatro e o cinema, o DJ Dolores esquenta a noite de verão no museu. Em seguida, Geraldo Júnior, do Ceará, reinterpreta a tradição musical nordestina com influência da estética pop.

9/1 – Velhos Malandros (18h às 22h)

Projeto de revitalização e resgate da história do samba, que envolve artistas reconhecidos, novos compositores e representantes das comunidades afro-brasileiras.

23/1 – Festa Disritmia | Música Brasileira (de 17h30 às 22h) + Leandro Joaquim (19h30 às 20h30)

Disritmia | Música Brasileira é a difusão da música brasileira sem aprisionamentos. A DJ Lili Prohmann comanda a pista durante todo o tempo, rompendo com o marasmo com clássicos mais que eternizados.

6/2 – Escravos da Mauá – Carnaval no MAR (19h às 22h)

 

Desde 1993 o grupo se encontra para pesquisar e divulgar a Praça Mauá por meio do samba, sua cultura e seus personagens imortais.